Artigo - Cada um tem poder maior do que imagina

Cada um tem poder maior do que imagina

É espantoso que em meio a movimentos populares como a Primavera Árabe e o Occupy Wall Street  céticos ainda digam que apenas um indivíduo não tem o poder de fazer a diferença.

Seja nas questões envolvendo cidadania, política  ou responsabilidade empresarial, a era da informação e das mídias sociais tornou muito mais fácil a manifestação pública - seja ela de preferências, contentamentos ou, principalmente, descontentamentos.

Todo mundo hoje é capaz de se fazer ouvir e de achar pessoas e grupos que militem e se manifestem em relação a uma causa considerada importante. E como temos visto por aí, a união muitas vezes faz a força.

Esse novo tipo de movimento social está ainda mais latente quando olhamos os desafios ambientais que enfrentamos. A militância acontece através da disseminação de campanhas educativas das ONG's, fóruns de debate, crescimento dos meios digitais e tradicionais que focam exclusivamente as questões socioambientais e outros. E esse conteúdo é multiplicado e compartilhado por meio  das mídias sociais, aumentando exponencialmente seu alcance e repercussão.

O resultado é a crescente sensibilização da população em relação às questões relativas à sustentabilidade e ao consumo responsável.

Aos poucos, estamos descobrindo que somente as leis, por mais importantes que sejam, não farão as grandes mudanças acontecerem na prática. Nossa participação e engajamento são fundamentais.

Como disse Fábio Barbosa, presidente do Grupo Abril: "Indivíduos engajados mudam empresas, que, por sua vez, mudam o mercado e a sociedade(1)

Mas existe ainda uma forma mais simples de se manifestar quando os assuntos são nosso bem estar e  a capacidade de garantir um futuro melhor para as próximas gerações.

Essa forma foi muito bem descrita pelo autor do livro Inteligência Ecológica, Daniel Goleman.

Segundo o autor, o consumo responsável poderá ser realmente praticado quando tivermos acesso às informações detalhadas sobre produtos e serviços que consumimos, incluindo aí possíveis impactos sobre nossa saúde e aqueles causados olhando-se impactos gerados pela cadeia produtiva como um todo.

Esse novo conceito, chamado  transparência radical, irá revolucionar a forma sobre como tomamos nossas decisões de consumo. A partir daí, poderemos realmente passar a priorizar alternativas com menos impacto seja para nós mesmos seja para nosso meio ambiente e para a sociedade. Como diz o autor: "Com o simples ato de entrar em uma loja, estaremos votando com nosso dinheiro".

Logo, apenas um pode parecer pouco. Mas o acesso cada vez maior às informações e a capacidade de interagirmos coloca em nossas mãos o poder que pode realizar grandes mudanças, em várias esferas.  Lembre-se disso na próxima vez em que for às compras.

 

(1) Depoimento em: Conversa com Líderes Sustentáveis, de Ricardo Voltolini

Artigo produzido por Letycia Janot e Maria Fernanda Franco, também publicado no site Greenvana, disponível pelo link: http://style.greenvana.com/2011/cada-um-tem-poder-maior-do-que-imagina/


Categoria: Artigo

Publicado em:

 
 
© 2011 Iniciativa Água na Jarra. Todos os direitos reservados - www.aguanajarra.com.br

 Busca   |   Contate-nos   |   Cadastre-se   |
By Redbit